DESTAQUESPolítica

A atual fragilidade política conquistense e o “deputado dos cachorros”

“Falei, tá falado” – É com essa frase que Deusdete Dias, respeitado radialista e comentarista político, finaliza os seus editorias no Programa Redação Brasil, na Brasil FM. A frase reafirma que o radialista experiente fala sobre os assuntos com propriedade e não tem medo de expor suas opiniões. Durante o editorial desta segunda-feira (08), Deusdete, em uma visão lúcida sobre o atual cenário político do município, falou sobre a fragilidade política do município e a “invasão” de Marcell Moraes, deputado estadual pelo PSDB, que pretende ser candidato a prefeito de Conquista.

Marcell afirma que pretende se mudar para Conquista

Marcell Moraes foi eleito sob a bandeira de proteção dos animais, e realiza, em diversos municípios campanhas de castração. Deusdete iniciou o editorial adiantando que falaria sobre o “deputado dos cachorros”. Para o radialista, a fragilidade política da cidade, abriu espaço para que Marcell “invadisse a cidade”. “Sem nenhum histórico de participação ativa na cidade, em sindicatos, associações… Sem nenhuma atividade que esse cidadão baiano tem em Conquista, chegou de última hora pousando de salvador dos animais, castrou 20 cachorros ali, deu comida para 10 gatos, e teve 10 mil votos”, comentou. “Perceba a nossa fragilidade política. Não vi nele qualificação para tanto”, reforçou.

Deusdete lembrou também que o deputado havia prometido a construção do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), mas até hoje não fez nada.

Impopularidade de Herzem – O desgaste da gestão do atual prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão (MDB), abre campo para que “forasteiros” venham se aventurar no município. O deputado Marcell já percebeu a impopularidade de Herzem e tem usado isso a seu favor. Durante os seus últimos discursos na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), ele tem feito várias críticas à Herzem.

Em algumas destas críticas, o parlamentar estaria usando “palavras de baixo calão”. Deusdete também comentou sobre isso no editorial. Para o jornalista, podem acontecer críticas e divergências, mas é necessário que o respeito seja mantido. “Ele (Marcell), praticamente todos os dias na Assembleia, de forma irresponsável, de forma mal educada, sem nenhum constrangimento, bate no prefeito Herzem de forma que não se faz com nenhuma pessoa”, pontuou. “Tem divergências, tem críticas… faça! (…)Mas não pode usar palavras de baixo-calão”, completou.

O radialista chegou a comentar também que a população do município precisa defender mais a cidade. “Temos que voltar com o bairrismo com Conquista. Se não chega qualquer um, pousa aqui com uma malinha de dinheiro, ou sei lá o quê, e tem 10 mil votos”, disparou. E se Deusdete Dias falou, tá falado!

 

Fonte:  Blitz Conquista

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *