Conquista TopDESTAQUEVIRAISVitória da Conquista

Câmara de Vereadores homenageia mulheres com Diploma Mulher-Cidadã Loreta Valadares

Por Maria Carla

As comemorações ao mês dedicado à mulher foi marcado pela sessão solene na Câmara de Vereadores, nesta quarta-feira (13) em homenagem a várias mulheres que promovem ações importantes na luta pelos direitos femininos. Foi um monento festivo de muita alegria e satisfação, tantos dos que as homenageavam, e principalmente das homenageadas, que se mostraram muito emocionadas. Foram seis mulheres diplomadas com o Prêmio Mulher-Cidadã Loreta Valadares, pelas significativas ações promovidas por elas, fieis representantes que abraçaram a causa feminina, tornando essa luta um objetivo de vida, assim como a pessoa que deu nome ao prêmio.
Loreta Valadares, foi uma ativista feminista que lutou pelos direitos das mulheres numa época em que pouco se falava no assunto. Nascida em Porto Alegre em 1943, filha de judeu-alemão, veio ainda criança para Salvador, onde se formou em Direito. Lecionou Ciências Políticas na Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas na Universidade Federal da Bahia. Mas o que marcou a vida de Loreta foi a militância na luta pelos direitos das mulheres e dos direitos humanos. Ela foi torturada pela ditadura militar, a qual a deixou com sequelas pelo resto da vida, vindo a falecer em 2004.
Por toda bravura e determinação desta mulher, que foi escolhida pra nomear esse prêmio que todo ano desde 2005 são escolhidas várias representantes de Vitória da Conquista, que assim como Loreta, lutam por uma causa nobre, e são premiadas como reconhecimento pelas ações que promovem e exercem em prol dos diretos das mulheres.

As homenageadas deste ano foram: Ana Fábia Cirilo Costa, que milita em defesa das mulheres e famílias em situação de violência doméstica. Em seu discurso sempre emocionado chama a atenção das mulheres para se empoderarem.
Edimara de Almeida, presta importante trabalho na segurança pública, como a ronda escolar rural e também como instrutora do programa de resistência às drogas e no combate à violência doméstica.
Elenita Alves Barbosa, professora e diretora de várias escolas também atuou como membro do Conselho Municipal de Mulheres.
Iara Gardênia Rocha Fernandes Louzada, é delegada da DEAM Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher.
Maria Célia Silva Trindade, atuante na área de assistência social e atendimento a mulheres usuárias de drogas.
Maria da Paixão Rocha Luz, participa de ações voltadas à saúde da mulher; como “Outubro Rosa” e “Setembro Amarelo”.

Além delas outras 21 mulheres foram homenageadas por cada um dos parlamentares da Câmara.

Essas mulheres guerreiras, muito bem representam as mulheres conquistenses, comemorando as conquistas e também combatendo as injustiças sociais as quais muitas ainda sofrem. A delegada da DEAM, Iara Gardênia, chama a atenção das mulheres para que denunciem, ” Eu gostaria de pedir as mulheres que quebrem o silêncio, este é o ponta pé inicial para que nós possamos conseguir avançar” Afirma a Delegada.
De acordo com a militante Ana Fábia é importante pôr em prática os sonhos, “Sonho pelos dias em que os jornais irão anunciar que os índices de violência diminua, não apenas contra as mulheres, mas também em favor de todas as classes minoritárias e sem voz”. Conclue.
Essa luta árdua travada contra as inúmeras barreiras que ainda impedem de sanar diversos problemas, é o que as fazem cada dia mais fortes, ocupando cada vez mais espaços na sociedade em diversas áreas antes ocupadas apenas por homens, e essas conquistas que as mulheres alcançaram significam andar lado a lado com os homens com igualdade de diretos e também em parceria.

Fotos: Raimundo Laser.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *