Política

Prefeito de Conquista assina Decreto que cria Parque Ambiental, que margeara o perímetro urbano do Rio Verruga.

 

Na tarde desta sexta-feira (05), o prefeito Herzem Gusmão em solenidade pública as margem do Rio Verruga assinou o Decreto que cria o Parque Ambiental – que para a primeira etapa do planejamento estratégico de ações foram mapeados 10 km de extensão do perímetro do rio. O Parque tem a proposta de preservar os ecossistemas naturais de relevância ecológica para o município, permitindo ainda a criação de um espaço de lazer e interação para os conquistenses.

A cerimônia de assinatura, que reuniu membros do Governo Municipal e do Poder Legislativo e lideranças comunitárias e empresarial da cidade aconteceu na Avenida Bartolomeu de Gusmão, onde terá início a primeira etapa do projeto. Ali, será promovida a revitalização do Rio Verruga até as intermediações da Avenida Luís Eduardo Magalhães. De lá, terá continuidade a segunda etapa, onde o trabalho seguirá até Avenida J. Pedral. Nesse trajeto, também serão integrados ao Parque Ambiental o Horto Florestal, o Orquidário Municipal e a área conhecida como “Penicão”.

Toda a região do Parque terá proteção ambiental, proibindo obras, ocupações, depósito de lixo, abate de plantas e muitas outras medidas de preservação. O prefeito Herzem Gusmão explica: “Estamos sinalizando com muita força a preservação do que restou de verde na nossa cidade, e também a despoluição do rio. Nós estamos começando esse trabalho, e esse decreto visa determinar essa área de preservação ambiental.”

Público prestigia cerimônia

A secretária interina de Meio Ambiente, Ana Cláudia Passos, lembra que as ações de revitalização do Rio Verruga já foram iniciadas há algum tempo. “Desde o ano passado, nós estamos focados nessa recuperação. Temos realizado a limpeza dessas áreas, a manutenção e a retirada de resíduos”, conta. Além disso, a secretária cita ainda o plantio de espécies nativas e frutíferas na área, como também a busca por uma parceria com a Embasa, visando coibir esgotos clandestinos no Rio Verruga.

O Parque Ambiental faz parte do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU), executado em parceria com a Fundação Escola Politécnica da Bahia (FEP) e que está sendo discutido com toda a sociedade. Luís Camargo, consultor da Fundação, revela o diagnóstico: “É uma área muito grande no centro da cidade de Vitória da Conquista que se encontrava completamente degradada, por esgoto, lançamento de entulho de construção civil e lixo.” Além da recuperação ambiental, ele revela outros atrativos que o Parque prevê para a população: “A requalificação urbana, a construção de um parque, toda a urbanização, com equipamentos de lazer, esporte, cultura, artesanato, locais de piquenique e possivelmente concha acústica.”

Governo Municipal realiza plantio simbólico

Plantio de eucaliptos – A Secretaria Municipal de Meio Ambiente está atenta às necessidades e emergências em toda a cidade. Na manhã desta sexta, a equipe fez um plantio de 20 mudas de eucalipto no bosque da Avenida Luís Eduardo Magalhães. Segundo a secretária Ana Cláudia Passos, a ação vem para revitalizar a área, que tem sofrido com pessoas que ateiam fogo nos pés dos eucaliptos. Por isso, a Secretaria está monitorando as árvores que estão voltando a crescer naturalmente e executando o plantio de novas mudas onde é necessário.

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar